Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Pesquisa liga obesidade a maior risco da osteoporose

Pesquisa liga obesidade a maior risco da osteoporose

 

Uma pesquisa de cientistas americanos indica que a obesidade pode aumentar o risco de uma pessoa desenvolver a osteoporose, doença em que há um enfraquecimento dos ossos, o que leva a um risco maior de fraturas.

Os pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard descobriram que pessoas que têm mais gordura no fígado, tecidos musculares e no sangue têm também mais gordura na medula óssea, o tecido esponjoso dentro dos ossos onde surgem as células responsáveis pela formação óssea.

Leia mais:  http://migre.me/fCr1G

(Fonte: BBC Brasil)

 

Dica para o final de semana!

Dica para o final de semana!

 

Ninguém nega que carne vermelha em excesso prejudica a saúde - os principais danos são o aumento dos níveis de colesterol ruim e pressão arterial.

Porém, a ingestão moderada não precisa pesar na consciência. Consumida em cortes magros, ela é fonte de nutrientes fundamentais, como ferro e vitaminas do complexo B. A recomendação da pirâmide de alimentos é que a ingestão de carne vermelha seja menor que a de branca. Cerca de nove refeições semanais devem ter a branca e cinco da vermelha. Para saber o tamanho da porção, olhe a palma da sua mão, sem os dedos. A espessura é mais ou menos a do dedo mindinho. Homem, que tem mão maior e dedo mais grosso, pode comer mais.

Aposte em opções magras, como alcatra, contrafilé, filé-mignon e maminha que possuem menos gordura.

(Fonte: Women's Health)

70% do sal consumido no Brasil é adicionado aos alimentos pelo próprio consumidor, segundo levantamento da indústria

70% do sal consumido no Brasil é adicionado aos alimentos pelo próprio consumidor, segundo levantamento da indústria

 

O brasileiro consome duas vezes mais sódio do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e a maior parte disso deve-se à adição de sal de cozinha à comida pelos próprios consumidores, segundo um levantamento feito pela Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia). Apenas um quarto é proveniente de alimentos industrializados, segundo a pesquisa, que transfere para os consumidores a maior responsabilidade sobre a redução do consumo excessivo de sódio e dos seus efeitos malignos sobre a saúde.

Segundo o estudo, o brasileiro consome em média 4,46 gramas de sódio por dia (o limite recomendado pela OMS é 2 gramas), sendo que 23,8% disso é ingerido por meio de produtos industrializados ou semielaborados (como macarrão, pães, salsichas, bolachas, salgadinhos, carne ou frango temperados), 4,7% via alimentos in natura (como frutas e verduras) e 71,5%, via sal de cozinha, que é adicionado à comida na forma de tempero.

(Fonte: Estadão)

Fisioterapia

Fisioterapia

 

A cirurgia bariátrica é uma eficiente solução na maioria dos casos de obesidade mórbida. No entanto, é preciso cuidados antes e depois da operação para garantir o sucesso absoluto do procedimento. Em meio a todo acompanhamento multidisciplinar necessário, a fisioterapia tem apresentado papel fundamental.

Exercícios respiratórios e orientações de atividades simples - realizadas antes e depois da cirurgia - podem melhorar a condição respiratória e prevenir Trombose Venosa Profunda (TVP) e embolia pulmonar, uma das complicações mais graves no pós-cirúrgico.

(Fonte: Correio 24 Horas/Adaptado)

Excesso de peso prejudica a imunidade do corpo, dizem médicos

Excesso de peso prejudica a imunidade do corpo, dizem médicos

 

As doenças respiratórias (como rinite e sinusite) e infecciosas (como gripe e resfriado) costumam aumentar no inverno, por causa da aglomeração de pessoas em ambientes fechados, do contato com superfícies contaminadas e do aumento da poluição no tempo seco.

Mas pessoas obesas também correm mais risco de adoecer, tanto nesta época quanto no resto do ano, pois a gordura abdominal – além de aumentar a glicose, o colesterol e os triglicérides – favorece inflamações e diminui a imunidade do corpo.

Natural killers

Temos no nosso sistema imunológico células de defesa inatas, chamadas “natural killers”, e outras que captam informações do inimigo (bactérias, vírus, parasitas e tumores), para preparar o contra-ataque.

Mas estudos científicos têm mostrado que o tecido adiposo (gorduroso) produz substâncias conhecidas como adipocinas, que dificultam o trabalho das natural killers, tornando-as menos eficazes e fazendo-as "abrir a guarda".

Por isso, pessoas obesas estão mais sujeitas a infecções, por causa desse prejuízo ao sistema de defesa.

(Fonte: Bem Estar)

Página 205 de 222

Destaque

banner

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Coordenador/ Chefe da Endoscopia Bariátrica Avançada da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-raphael-torres

 

Dr. Raphael Tôrres Figueirêdo de Lucena

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba

 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: