Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Dica de quarta: Fontes de antioxidantes

Dica de quarta: Fontes de antioxidantes

 

Dieta rica em gordura durante a amamentação pode contribuir para a obesidade de bebe

Dieta rica em gordura durante a amamentação pode contribuir para a obesidade de bebe

Em cobaias, pesquisadores demonstraram que mães com uma dieta pouco saudável durante esse período podem contribuir para que seus descendentes desenvolvam obesidade na vida adulta.

de conhecimento geral que a amamentação é fundamental para a saúde do bebê: a ciência já estabeleceu que é com os anticorpos recebidos da mãe que o recém-nascido desenvolve suas primeiras defesas contra doenças.

Outro lado pouco conhecido, entretanto, é que em algumas situações específicas a amamentação também pode contribuir para alguns problemas pontuais de saúde -- o que não invalida os seus benefícios.

A tendência à obesidade é uma das condições que podem ser "passadas" durante a amamentação, segundo estudo apresentado no ENDO 2018, um dos principais congressos de endocrinologia do mundo, que acontece essa semana em Chicago (EUA).

Em estudos em camundongos, cientistas observaram que filhotes amamentados por mães com dietas não saudáveis tiveram maior propensão à obesidade. Um outro achado é que as cobaias tiveram mais tendência à puberdade precoce.

Trata-se de uma questão marginal, que não questiona a importância da amamentação, que tem inúmeros outros benefícios. Cientistas estão observando, no entanto, em quais condições a amamentação pode ser ainda mais benéfica.

O estudo foi coordenado por Mengjie Wang, pesquisadora na Universidade de Toledo, em Ohio. Em nota, ela comenta que a hipótese reforça achados de estudos anteriores, mas ainda deve ser testada em seres humanos para ser considerada válida para nossa espécie.
A obesidade contribui para maior incidência de câncer, problemas cardiovasculares, diabetes, pressão alta e colesterol alto. Também pesquisas recentes têm demonstrado que a puberdade precoce aumenta o risco de diabetes e de problemas reprodutivos mais tarde na vida.

Para chegar a essas conclusões, a pesquisadora dividiu um grupo de cobaias em dois:
Um que recebeu alimentação rica em gordura desde a data que deu a luz até o desmame dos filhotes;
O outro grupo teve uma dieta regular durante o mesmo período.
Testes feitos com camundongos na idade adulta mostraram que aqueles com mães que se alimentaram de forma não saudável na amamentação tiveram diminuição do tamanho da ninhada e dificuldades de fertilidade.

Também ficou demonstrado que esses ratos tinha maior tendência à obesidade e sofriam de intolerância à glicose e insensibilidade à insulina (quando o hormônio usado para metabolizar a glicose não é percebido pelo corpo).

Esses são sinais de um possível desenvolvimento de diabetes durante a idade adulta, conclui o estudo.

(Fonte: G1) 

 

 

Cogumelos com abacaxi ao forno

Cogumelos com abacaxi ao forno

-INGREDIENTES
1/2 unidade de abacaxi cortado em quadradinhos 400 gramas de cogumelo shiitake e/ou shimeji 1 colher (sobremesa) de manteiga 2 colheres (sopa) de molho de soja (shoyu) light

-MODO DE PREPARO
Sobre uma folha de papel-alumínio, monte uma camada com os quadradinhos de abacaxi e outra com os cogumelos. Acrescente a manteiga e o shoyu. Feche a trouxinha de papel e leve ao forno médio por 50 minutos.

(Fonte: Boa Forma)

Este fruto seco pode ajudar a perder peso, diz estudo

Este fruto seco pode ajudar a perder peso, diz estudo

Os frutos secos são um poderoso aliado de uma rotina alimentar plena, mas é do conhecimento geral que é preciso ter cuidado para não exagerar, especialmente quando o objetivo é perder peso.

Ainda assim, uma nova investigação parece apontar para os poderes que um fruto seco, em especial, poderá ter nesta demanda: a noz.

A investigação, levada a cabo pela Universidade da Califórnia, comparou várias dietas e concluiu que “ainda que as nozes apresentem um nível superior de gordura e calorias, uma dieta rica neste alimento está diretamente associada a um nível semelhante de perda de peso e menos gordura”.

Fruto seco também ajuda no colesterol
A pesquisa contou com a participação de 245 mulheres com excesso de peso, às quais foram implementadas três tipos de rotina alimentar: uma dieta baixa em gordura e rica em hidratos, uma dieta baixa em hidratos e rica em gordura e, finalmente, uma dieta rica em nozes, com maior gordura e menos hidratos.

O grupo que mais comeu o alimento, não só apresentou uma perda de peso, como um decréscimo no colesterol.

A reter: as nozes podem ser o snack perfeito para ter sempre à mão, ainda que seja importante não exagerar na quantidade ingerida.

(Fonte: Women's Health)

Dica de quarta: Consuma quinoa

Dica de quarta: Consuma quinoa

Página 9 de 227

Destaque

banner

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Coordenador/ Chefe da Endoscopia Bariátrica Avançada da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-raphael-torres

 

Dr. Raphael Tôrres Figueirêdo de Lucena

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba

 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: