Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Feijão tropeiro

Feijão tropeiro

 

Hoje é dia de BRASIL! Para nossa receita especial de sexta-feira, a Dra. Manoela separou um prato típico do nosso país. E o escolhido é o “feijão tropeiro”. Confira a versão light. Abaixo você pode conferir também uma versão vegetariana.

Preparo: Demorado (acima de 45 minutos)
Rendimento: 14 porções
Dificuldade: Fácil
Categoria: Refogado
Calorias: 209 por porção

• Ingredientes
. 300 g de linguiça de frango
. 150 g de toucinho
. 2 colheres (sopa) de óleo
. 500 g de feijão-carioca cozido e sem caldo defumado em cubinhos
. Sal a gosto
. 2 cebolas grandes cortadas em cubinhos
. 2 xícaras (chá) de couve cortada em tiras finas
. 1 xícara (chá) de farinha de mandioca
. 2 ovos cozidos picados
. 2 colheres (sopa) de cebolinha verde

• Modo de preparo
Aqueça o forno. Ponha a linguiça em uma assadeira e leve ao forno por 30 minutos. Corte-a em rodelas e reserve. Tempere o toucinho com uma pitada de sal. Frite-o até dourar e ficar crocante. Escorra sobre papel toalha e descarte a gordura. Em uma panela, aqueça o óleo em fogo médio. Junte a cebola e refogue. Adicione a couve, a linguiça, o feijão e o torresmo. Aqueça e junte a farinha, o ovo e a cebolinha. Sirva.

(Fonte: M de Mulher)

Confira também uma opção vegetariana: http://migre.me/jF8Br

 

Comida Mexicana

Comida Mexicana

 

A abrupta baixa dos preços nos produtos com altos conteúdo de açúcares e calorias, somada ao aumento de um estilo de vida sedentário, fizeram com que, nas últimas décadas, o México seja conhecido como um país com grandes índices de pessoas com sobrepeso.

Segundo relatório da ONU, divulgado pelo jornal Daily Mail, cerca de 70% da população do país está com sobrepeso e um terço já é obeso, quadro que se tornou um problema de saúde pública.

Os tacos, tamales e quesadilhas, antes reservados para ocasiões especiais agora são consumidos diariamente por milhares de mexicanos sedentários. O consumo de fast food e alimentos industrializados também cresceu no país. De acordo com o relatório, o México luta contra a obesidade ao mesmo tempo em que ainda tenta combater a fome e a desnutrição entre a população mais pobre. A epidemia do excesso de gordura é mais proeminente entre os pobres e jovens, grupo onde também se destacam os desnutridos graças a uma dieta pobre.

Estar acima do peso pode resultar em um catálogo de doenças crônicas e complicações de saúde, incluindo hipertensão, doenças do coração, diabetes, insuficiência renal e doença hepática. A obesidade também está ligada a asma, câncer, depressão, acidente vascular cerebral e problemas de digestão. O número de pessoas com diabetes relacionada à obesidade deve dobrar para 300 milhões entre 1998 e 2025.

(Fontes: Universia / Terra - Adaptado)

Crise econômica estimulou obesidade no mundo, constata estudo

Crise econômica estimulou obesidade no mundo, constata estudo

 

A OCDE (Organização de cooperação e desenvolvimento econômico) aproveitou o Congresso europeu sobre a obesidade, no final de maio na Bulgária, para divulgar sua análise sobre os hábitos alimentares da população dos 34 países do grupo.

Segundo o documento, em 1980 menos de 10% dos adultos do bloco eram considerados obesos, uma situação que já atinge 18% das pessoas atualmente. O relatório ressalta que a progressão da obesidade foi mais lenta nos últimos cinco anos. No entanto, desde a crise financeira de 2008, alguns dos países mais atingidos pelo contexto econômico negativo viram o número de pessoas acima do peso aumentar.

O problema já atinge 22% das meninas e 24% dos meninos nos países desenvolvidos e 13% de ambos os sexos nos países em desenvolvimento. A Grécia, que ainda sofre com a crise econômica, é o país com o maior número de crianças acima do peso entre os membros da OCDE. Os gregos são seguidos pela Itália, Nova Zelândia, Eslovênia, Estados Unidos, México e Hungria.

Quais são as comidas típicas dos gregos?

O menu grego é carregado de alimentos salgados, os quais até mesmo um rei invejaria. Uma variedade de molhos, frutos do mar, animais terrestres e saladas específicas representam um país rico com algumas das realizações culinárias mais surpreendentes conhecidas pelo homem. Suas sobremesas são a "cereja do bolo", cheias de criações tentadoras.

(Fontes: rfi portugues / ehow)

Obesidade pode virar problema também no Japão

Obesidade pode virar problema também no Japão

 

Amigos! Ontem, iniciamos posts relacionados à obesidade em diversos países. Hoje vamos falar sobre o Japão. Confira!

O Japão, um dos países que ainda mantêm índices de obesidade abaixo da média mundial, corre o risco de também enfrentar o problema de aumento da população com peso acima dos padrões considerados normais. Isso porque nas últimas décadas o modo de alimentação tradicional japonês tem se modificado, especialmente com a adoção da fast food.

As mudanças no padrão alimentar mundial a partir da década de 1950 fizeram com que a obesidade se tornasse uma doença epidemiologicamente importante em todo o mundo.

Ao mesmo tempo em que as grandes indústrias alimentícias começaram a desenvolver tecnologias que melhoraram a produção de alimentos, também se registrou o aumento da composição de gordura saturada na dieta da população de diversos países, contribuindo para que a obesidade se tornasse uma doença epidemiologicamente importante em todo o mundo.

(Fonte: Exame)
(Foto: Fabulously Broke)

Roberto Justus +

Roberto Justus +

 

Hoje, o Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center, Dr. Almino Cardoso Ramos gravou uma entrevista para o programa Roberto Justus +, exibido toda segunda-feira às 23h30 pela TV Record.

Ele falou sobre obesidade, a “epidemia” que assola o planeta. Os pontos abordados foram as causas e consequências, os métodos de cirurgia de redução de estômago, em que casos são indicadas, riscos, estatísticas etc.

Você poderá assistir no dia 16 de junho.

Página 194 de 234

Destaque

banner

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Coordenador/ Chefe da Endoscopia Bariátrica Avançada da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-raphael-torres

 

Dr. Raphael Tôrres Figueirêdo de Lucena

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba

 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: