Evolução permite que cirurgia seja ainda menos invasiva e realizável através do umbigo

E-mail Imprimir PDF

O desenvolvimento tecnológico e o adequado treinamento médico nos permitiram vivenciar, em toda a década de 90 e nestes primeiros anos do novo milênio, a era da cirurgia minimamente invasiva. O emprego de microcâmeras e instrumentos miniaturizados passaram a fazer parte da rotina cirúrgica de muitas especialidades que, assim, buscavam reduzir o trauma causado pelas cirurgias, reduzir o tempo de internação, diminuir o risco de infecções e propiciar a recuperação mais rápida dos pacientes.

“Todo este avanço permitiu irmos mais longe. Buscamos reduzir ainda mais a agressão cirúrgica e o tamanho das incisões, alcançando uma nova era. Atualmente, já é possível realizar intervenções cirúrgicas sem cortes no abdômen.  A introdução das microcâmeras e dos instrumentos cirúrgicos é feita totalmente pelo umbigo”, revela o gastroenterologista e endoscopista Dr. Manoel Galvão Neto, da equipe do cirurgião Dr. Almino Cardoso Ramos (clínica Gastro Obeso Center*).

A cirurgia “transumbilical”, como é chamada, começa a ser realizada por médicos brasileiros e, como o próprio nome diz, através do umbigo. Para tal, um item fundamental foi a produção de endoscópios e trocateres flexíveis. “Na videolaparoscopia, estes aparelhos, que nos auxiliam a realizar os procedimentos, são rígidos. Para que pudéssemos adaptar para um só, através do umbigo – local que não deixa cicatriz –, eles tiveram de ser flexíveis para ficar acomodados em um só ponto de entrada”, afirma Dr. Almino Cardoso Ramos.

Entre algumas cirurgias realizadas, destacam-se: gástricas, nefrológicas, ginecológicas, colonoscópicas e de retirada do apêndice, por exemplo.

“O mais interessante é que tanto o incômodo para o paciente quanto a permanência no hospital são bem menores. O risco de infecção decresce consideravelmente, a paciente volta para casa e para suas atividades mais rapidamente e sem nenhuma marca na pele”, finaliza Dr. Galvão.

* A clínica Gastro Obeso é pioneira no mundo na técnica de trocater único com relação a procedimentos bariátricos. Na figura do Dr. Almino Cardoso Ramos, a Gastro Obeso tem sido convidada a apresentar essa técnica no Brasil e mundo afora como em aulas no Congresso Americano de Cirurgia Endoscópica (SAGES) em Phoenix (abril-2009), trabalhos apresentados em Sessão Plenária do Congresso Americano de Cirurgia Bariátrica (ASBS) em Dallas (junho – 09), aulas no Congresso Português de Cirurgia Bariátrica (Funchal- Ilha da Madeira maio-09), aulas no Congresso Mundial de Cirurgia Bariátrica (IFSO) em Paris (agosto-09).

Além de congressos, essa experiência foi também apresentada em curso nas cidades de Miami (Cleveland Clinic em fev-09), Barcelona (Hospital Belvigte em maio-09) e em Luxemburgo (Hospital Universitário de Luxemburgo em junho-09).

Informações para a imprensa: ADCom Comunicação Empresarial
Fones: (11) 3825-7171 / 3825-6939
www.adcompress.com.br

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.