A Clínica

A Gastro Obeso Center – Centro Avançado de Gastroenterologia e Cirurgia da Obesidade, é uma instituição dedicada ao tratamento da obesidade e das doenças do aparelho digestivo. Fundada em 2002 pelo Drs. Almino Cardoso Ramos, Diretor Geral e pela Dra. Manoela Galvão Ramos, Diretora Administrativo-Financeira, dedica-se ao tratamento avançado da obesidade mórbida através de operações video-laparoscópicas. Já em outubro de 2005 o Centro atingiu a marca de 5 mil pacientes operados, desde 1999, quando Dr. Almino iniciou sua experiência em cirurgia bariátrica.

Hoje em dia, a Gastro Obeso Center é considerada como centro de referencia e excelência no Brasil e América Latina em termos de tratamento cirúrgico da obesidade, sendo procurado por pacientes não só de São Paulo como de outros estados, da América Latina, dos Estados Unidos, África e Europa.

A filosofia de atendimento privilegia a humanização, entendendo ser a obesidade uma doença de origem multifatorial, onde a cirurgia é parte e não o todo com relação ao seu tratamento. Desse modo, foi estabelecido um programa que, antes de ser assistencial, é educativo para os pacientes com relação às suas patologias e quais são as possibilidades de tratamento. Nesse sentido, criamos e mantemos integrada uma equipe multidisciplinar especificamente treinada e que atende diariamente no centro com conceitos de T.P.C. – “Total Patient Care” (Cuidados Totais aos Pacientes);  composta por cirurgiões, endocrinologistas, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas, endoscopistas, cirurgiões plásticos e  terapeutas corporais. Esses profissionais dedicam-se com empenho no tratamento e pesquisa da obesidade com destacada atuação na área assistencial e  científica.

O centro funciona em consultórios próprios preparados no design “Bariátrico” de modo a atender confortável e funcionalmente os pacientes com necessidades específicas como os portadores de obesidade mórbida, os quais requerem soluções específicas nos detalhes de atendimento, acomodação e equipamentos. Nos 350m2 de um moderno centro médico situado em localização privilegiada na cidade de São Paulo, no Edifício São Paulo Center, Rua Barata Ribeiro, 237 (lateral ao Hospital Sírio-Libanês) com acesso facilitado por carro (estacionamento no local com manobrista), ônibus (1-2 quadras dos pontos da Av. 9 de Julho) e metrô (10min de caminhada da estação Trianon-MASP). Foi planejado para ser um centro de referência no tratamento cirúrgico e multidisciplinar da obesidade.

News

Vamos falar sobre obesidade?

Quando falamos sobre o tema, pensamos em quê? Excesso de peso, ausência de exercícios físicos, alimentação pouco saudável? Talvez. Mas não é só isso. O primeiro passo para entender o que é a obesidade, que já afeta 600 milhões de pessoas no mundo todo, é saber que o tema não gira em torno da preocupação com padrões de beleza. Obesidade é uma doença crônica, definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o acúmulo anormal ou excessivo de gordura no corpo, capaz de causar alteração funcional, estrutural ou até mesmo comportamental, que prejudica a saúde de crianças, adolescentes e adultos.

Em outras palavras, pessoas com obesidade não costumam ficar satisfeitas com a mesma quantidade de comida que as pessoas de peso considerado adequado e, quando emagrecem, o cérebro entende que o corpo precisa poupar energia, diminuindo o gasto de calorias e provocando alterações hormonais, o que aumenta a fome e acaba ajudando a pessoa a ganhar peso de novo – o chamado efeito ioiô. Além disso, o sobrepeso e a obesidade ainda aumentam o risco de outras complicações para a saúde. Entre elas: doenças como o diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, apneia do sono e problemas no fígado. Ao longo da vida, crianças, adolescentes, adultos e idosos enfrentam problemas específicos por causa da doença.

COMO TRATAR?

Pessoas com obesidade são vistas como indivíduos que não têm autodisciplina e responsabilidade pessoal, mas isso não é verdade. Esses indivíduos não têm total controle sobre a regulação do próprio peso, e fatores biológicos, genéticos e ambientais também contribuem para a obesidade. Da mesma forma que outras doenças crônicas, como hipertensão e asma, a obesidade não tem cura e precisa de cuidados constantes, incluindo alimentação equilibrada, exercícios físicos e suporte psicológico. “Pessoas com obesidade precisam controlar o peso de forma contínua, para evitar o efeito sanfona. No início, a dieta é importante, mas pensar em uma reeducação alimentar para o resto da vida é essencial”, explica Rocio Coletta, endocrinologista e gerente médica da Novo Nordisk no Brasil.

Durante o processo, é importante entender que ganhos e perdas de peso rápidos, sem manutenção, são ruins para o organismo. Por isso o tratamento multidisciplinar pode envolver, por exemplo, um endocrinologista, um nutricionista, um educador físico e um psicólogo ou psiquiatra, dependendo do caso. Já os medicamentos podem ser necessários e combinados com a adoção de medidas que visam modificar hábitos. Dessa forma, é possível manter a doença sob controle e uma melhor qualidade de vida.

SAÚDE NÃO SE PESA

O movimento criado em 2016 pela Novo Nordisk em parceria com a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) tem como objetivo conscientizar sobre a obesidade, suas causas, consequências e tratamentos. Veja alguns números:

Principais motivos: Até 70% das causas da obesidade podem estar relacionadas à genética, história familiar e etnia.
Desafio diário: A cada três pessoas com obesidade, duas não conseguem manter o peso.
Outras comorbidades: O excesso de peso ou obesidade aumentam o risco de contrair mais de 200 doenças crônicas ou favorecer o seu desenvolvimento.
De olho na dieta: Eliminar 5% do peso corporal e manter essa perda já melhora o risco das doenças associadas.
Alerta na infância: A cada três crianças e adolescentes no Brasil, uma está acima do peso.

(Fonte: Veja Saúde)
Leia mais

Alimentação equilibrada melhora o desempenho físico

#DicadeQuarta

A famosa e velha frase diz: “Você é aquilo que você come!”

Pesquisas e estudos comprovam que a boa alimentação não está relacionada apenas com os resultados que promovem na aparência, ela também tem uma complexa relação com o funcionamento e o impacto dos nutrientes no nosso humor, comportamento e também no metabolismo cerebral.

Comer bem estimula o desempenho físico, a saúde intestinal e a relação que esse órgão tem com o cérebro, influenciando desde do humor até a capacidade de concentração.

Portanto, ter uma dieta saudável, rica em verduras, frutas, legumes, grão e muito líquido trará como resultado um corpo bonito, saudável e um cérebro pleno em sua capacidade funcional. Vale sempre lembrar que atividade física é um hábito que deve ser cultivado sempre.

Gostou da #DicadeQuarta dessa semana?
Curta, comente e compartilhe com seus amigos e familiares. Vamos levar mais informações sobre saúde e qualidade de vida para o maior número de pessoas possível.
Leia mais
Ver todas

Calcule seu IMC

Digite o seu peso e a sua altura no formulário abaixo para calcular o seu IMC.
Resultado
Calcular

Vídeos

Veja mais

Fale Conosco

R. Barata Ribeiro, 237 - conj. 101/102 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01308-000, Brasil
Tel.: 11 3211-1200 / 11 3125-1222