Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

América Latina avançou no combate à fome, mas piorou em obesidade

América Latina avançou no combate à fome, mas piorou em obesidade

 

A América Latina é a região que conquistou mais avanços na luta contra a fome nos últimos anos, mas também grandes retrocessos em matéria de obesidade, advertiu nesta quarta-feira (30/7) a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

O coordenador do projeto FAO de Apoio à Iniciativa América Latina e Caribe sem Fome, Ricardo Rapallo, lembrou que a região conseguiu reduzir a população afetada pela fome de 70 milhões em 1990 para 47 milhões em 2013.

No entanto, a América Latina "também é campeã no aumento da obesidade" e do sobrepeso, que afetam 23% da população com mais de 20 anos, e 3,8 milhões com menos de de cinco, disse à agência Efe no marco da VIII Reunião do Grupo de Trabalho 2025 da Iniciativa América Latina e Caribe sem Fome.

Rapallo explicou que a reunião permitirá conhecer experiências de políticas públicas de vários países que conseguiram erradicar a desnutrição, assim como medidas para evitar o aumento da obesidade.

(Fonte: Globo Rural)

 

Cirurgia bariátrica pode reduzir risco de câncer, diz estudo

Cirurgia bariátrica pode reduzir risco de câncer, diz estudo

Sabe-se que a cirurgia bariátrica ajuda a diminuir o risco de problemas cardíacos e controlar o diabetes tipo 2 em pacientes com obesidade. Agora, uma nova análise feita por pesquisadores do Hospital São Lucas, em Porto Alegre, sugere que o procedimento também pode reduzir as chances de um diagnóstico de câncer. Os resultados foram publicados na revista Obesity Surgery.

Os autores reuniram os dados de 13 estudos, incluindo mais de 54 mil pessoas. Cada estudo analisou as taxas de câncer após a cirurgia de perda de peso. As taxas de câncer em pessoas com obesidade estão na faixa dos dois casos a cada mil pessoas por ano.

No entanto, para aqueles que fizeram a cirurgia, os investigadores encontraram a taxa de um caso para cada mil pessoas ao ano - quase o mesmo dado encontrado entre as pessoas de peso normal. O seguimento variou de dois a 23 anos após a cirurgia.

Apesar dos resultados mostrarem uma redução no risco de câncer em pacientes que fizeram cirurgia bariátrica, os autores afirmam que ainda não é possível estabelecer uma relação de causa e efeito. Sabe-se que a obesidade é um fator de risco para o câncer, uma vez que a as alterações hormonais e inflamação do organismo promovidas pelo excesso de peso em conjunto com os maus hábitos que levam à obesidade elevam as chances de tumor. Entretanto, são necessários mais estudos para entender a real relação entre cirurgia bariátrica e diminuição do risco de câncer.

(Fonte: Minha Vida/Adaptado)

Consumo de iogurte ajuda a controlar a hipertensão, diz estudo

Consumo de iogurte ajuda a controlar a hipertensão, diz estudo

 

Consumir regularmente alimentos com probióticos, como iogurtes e leites fermentados, pode melhorar a pressão sanguínea, de acordo com uma pesquisa divulgada no periódico Hypertension. Os probióticos são bactérias naturalmente encontradas no intestino e conhecidas por regular o trânsito intestinal e proteger o órgão.

Pesquisadores australianos analisaram nove estudos que examinaram o impacto do consumo de probióticos na pressão arterial de 543 adultos. Eles constataram que o consumo regular das bactérias por mais de oito semanas diminuiu, em média, a pressão sistólica (máxima) em 3,56 mm Hg e a diastólica (mínima) em 2,38 mm Hg. Os efeitos positivos dos micro-organismos na pressão diastólica foram maiores em pessoas cuja pressão era igual ou superior a 13 por 8.

(Fonte: Veja)

O que é fome oculta?

O que é fome oculta?

 

Esse termo diz respeito à carência não explícita de um ou mais micronutrientes - grupo que engloba as vitaminas e os minerais. Isso significa que você pode estar com deficiência de cálcio, ferro ou vitaminas do complexo B, por exemplo, e não perceber.

A origem do problema

Isso se deve ao fato de os nossos hábitos alimentares serem, em geral, pobres em frutas, verduras e legumes e ricos em itens industrializados. Segundo a pesquisa Manifesto do Corpo Saudável, desenvolvida pela Abran, em parceria com a farmacêutica Pfizer, apenas um em cada três brasileiros ingerem as porções diárias recomendadas de alimentos saudáveis. Em contrapartida, 47% declaram consumir produtos industrializados mais de três vezes por semana.

Consequências

A carência de vitaminas e minerais, no longo prazo, pode trazer males como doenças cardiovasculares, câncer e diabetes. No dia a dia, a fome oculta pode ser a causa de problemas que interferem bastante na rotina, mas que você nem imagina que tenham relação com os alimentos que coloca no prato.

(Fonte: Revista Saúde/Adaptado)

Receita: estrogonofe de berinjela

Receita: estrogonofe de berinjela

 

Confira a receita, que a Dra. Manoela Galvão Ramos separou para você!

• Estrogonofe de berinjela •

- Rendimento: 6 porções

- Tempo de preparo: 40 minutos

- Calorias por porção: 180 calorias

* Ingredientes

- 2 berinjelas médias picadas
- 3 dentes de alho picados
- 4 col. (sopa) de azeite
- 1 cebola média picada
- Páprica e sal a gosto
- 1 pacote de molho de tomate
- 1 pitada de açúcar
- 1 pote de creme de leite
- 1 col. (sobremesa) de molho inglês
- 1 xíc. (chá) de cheiro-verde picado

* Modo de fazer

Deixe os cubos de berinjela de molho por dez minutos em um recipiente com água e vinagre para tirar o gosto amargo. Em uma panela, refogueo alho no azeite até dourar. Em seguida, acrescente a cebola e a berinjela. Tempere com páprica e sal a gosto. Deixe no fogo por cerca de cinco minutos. Cuidado para não deixar a mistura mole demais. Acrescente o molho de tomate e, usando sua embalagem como medida, acrescente meio pacote de água. Coloque o açúcar e deixe ferver. A seguir, adicione o creme de leite, a mostarda e o molho inglês e mexa até engrossar. Finalize com o cheiro-verde e sirva o estrogonofe em seguida.

(Fonte: Corpo a Corpo)

Página 1 de 49

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Diretor científico da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: