Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Ácido fólico durante gravidez ajuda a prevenir risco de obesidade do bebê

E-mail Imprimir PDF

shutterstock 98986103

Pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos descobriram que se a mãe ingerir uma quantidade adequada do nutriente durante a gestação, o bebê tem menor risco de se tornar obeso

Se você ficou grávida ou pretende engravidar, provavelmente já ouviu falar em ácido fólico. Essa vitamina do complexo B, também chamada de folato, é essencial para o desenvolvimento do sistema nervoso do feto e ajuda a prevenir problemas como a espinha bífida (má formação da espinha dorsal) e a anencefalia (ausência total ou parcial do encéfalo). Porém, os pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, descobriram que não é só isso! Segundo os cientistas, o ácido fólico desempenha papel fundamental também no funcionamento metabólico do feto.

O estudo, publicado no jornal científico Jama Pediatrics, descobriu que quando a mãe ingere níveis adequados de folato durante a gravidez, o filho tem menos chance de ter obesidade infantil. Essa relação se mostrou ainda mais significativa quando a mãe tem sobrepeso ou obesidade.

Os pesquisadores analisaram a saúde de mães com, em média, 28 anos, e seus filhos, de 2 a 9 anos, em uma região de baixa renda da cidade de Boston (EUA) e com alta porcentagem de obesidade. Utilizando dados de antes e depois dos nascimentos, eles concluíram que os menores níveis de ácido fólico nas gestantes estavam ligados a maior porcentagem de crianças obesas.

Quando analisaram mães obesas, os benefícios foram ainda mais claros: os filhos dessas mulheres tiveram 43% menos chance de desenvolver obesidade em gestações com níveis adequados de ácido fólico.

O estudo concluiu que o folato traz esse tipo de vantagem metabólica quando a sua concentração no sangue atinge até 20 nanomol por litro. O curioso é que, atualmente, o valor de referência considerado minimamente seguro pelos médicos para o bom desenvolvimento do bebê é bem menor: 10 nanomol de ácido fólico por litro. Essa grande diferença nos valores fez com que os estudiosos propusessem, no fim da pesquisa, a criação de uma recomendação ideal e não mínima do nutriente.

No Brasil, costuma-se seguir a recomendação dos centros de pesquisas americanos: ingestão 400 mcg de ácido fólico por dia durante um mês antes de tentar engravidar e também no primeiro trimestre de gestação.

(Fonte: Crescer/Adaptada)

 

Destaque

banner

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Coordenador/ Chefe da Endoscopia Bariátrica Avançada da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-raphael-torres

 

Dr. Raphael Tôrres Figueirêdo de Lucena

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba

 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: